Alunos da Faculdade Integrada Brasil Amazônia – Fibra participaram no último dia 07 e 08 de junho do VIII Circuito de Estágios. O evento proporcionou a apresentação dos projetos do curso de Geografia, História, Letras e Pedagogia.

Dentre os projetos apresentados no primeiro dia pelos alunos de Geografia e História, estava a Revitalização de trilhos ecológicos no parque ambiental Antônio Danúbio, o uso do bingo como ferramenta pra o ensino médio, jogo da memória cultural e dentre outros.

Além de diversos temas, a educação foi abordada por vários alunos, que destacou o jogo da memória cultural, educação nas redes sociais e educação no Brasil: problemas, desafios e perspectiva.

Sara Oliveira, 5º semestre do curso de Geografia falou sobre os resíduos sólidos. A discente comenta que o projeto será aplicado no Bosque Rodrigues Alves, para alertar os frequentadores do uso inadequado dos resíduos. Já a aluna do curso de História, do 5º semestre, Carmem Barbosa apresentou o Projeto “Eleitor do Futuro”, que visa incentivar jovens sobre a importância do voto para a sociedade, bem como alertar a população para cobrar seus direitos e deveres. “O projeto foi aplicado na Escola Estadual Barão Rio Branco com os jovens”, explicou.

O circuito teve continuidade na sexta-feira, 08, com apresentação dos projetos dos discentes de Pedagogia e Letras. Um dos projetos foi da aluna Erica Brito e sua equipe do 5º semestre de Pedagogia, que apresentou o “Vamos a Feira”. O projeto foi realizado na Escola Estadual Santo Agostinho, na qual trabalhou com as crianças o funcionamento de uma feira, o dia a dia, as vendas das frutas, legumes, além dos profissionais envolvidos.

Além disso, o público conferiu outras ideias e temáticas, como o “Narrar é pensar”, “Como a linguagem digital e oral podem influenciar no processo da escrita”, “Aprendendo Inglês pelos filmes e livros”, “Ambiguidade com relação às músicas”, “Verb Music Past Simple” e dentre outros.

O circuito é desenvolvido através da disciplina de estágio obrigatório, que é coordenado pela professora Carmem Macedo.