"As Espacialidades das Comunidades Ribeirinhas em Belém e as Práticas de Ensino em Estudos Amazônicos" foi tema do V Encontro de Estudos de Geografia, na Faculdade Integrada Brasil Amazônia – Fibra nos dias 29 e 30 de maio.

Para debater o assunto, uma mesa redonda foi apresentada sobre os aspectos geográficos nos Estudos Amazônicos, na qual contou com a presença da Profª Esp. da Fibra Maria Helena de Souza, Profª. Dra. Maria Gorete Tavares, Profª.Dra. Cátia Macedo, com mediação do Prof. Me. Antônio Sergio Saraiva.

O evento tem o objetivo de incitar a importância da disciplina Estudos Amazônicos como componente curricular, bem como entender as formas das espacialidades das comunidades ribeirinhas e ambientar os discentes do curso de licenciatura em Geografia da instituição dentro da atividade de extensão.

Além dos debates, o evento contou com oficinas para os discentes, que abordou a Cartografia Social e Territorialidade no nordeste paraense, a Mídia Escrita: uma ferramenta para trabalhar as questões regionais em sala de aula e Representações mentais: recursos para estudar o espaço vivido.

De acordo com o coordenador do curso de Geografia, Antônio Sergio Saraiva, a realização das oficinas está relacionada com a qualificação dos profissionais das licenciaturas com objetivo construírem e reconstruírem materiais, além de métodos adequados à realidade dos estudantes e das espacialidades ribeirinhas. “Por meio dessas oficinas, temos o fortalecimento das identidades e de apropriação dos territórios por parte das comunidades ribeirinhas”, explicou.